sexta-feira, 20 de março de 2009

Mamma Mia!!

Filme nota 06, pra mim. Mas vale a diversão e a vontade de dançar nas músicas!![/caption]



Minha mãe essa semana insistiu pra que eu visse esse filme.

Sabia que ia chorar. E chorei muito mesmo. Lembrando com muito carinho da minha mamys, e de como tem coisas que ela passou pra gente mesmo sem querer, como essa coisa do ABBA, CARPENTERS, Rock&Roll.. e olha que hoje ela quase nem escuta mais (falo do Rock, não tanto quanto antes).

A parte do filme que achei mais emocionante, é quando ela canta uma música pra filha, arrumando a filha pra o casamento. A letra é linda. Fala de como a gente faz planos pra aproveitar cada momento ao lado de pessoas especiais, e como nem sempre conseguimos isso. Pena. (letra abaixo)

Slipping Through My Fingers (tradução)

ABBA

Com a mochila da escola na mão
Ela sai de casa de manhã cedo
Acenando adeus
Com um sorriso distraído
Eu a vejo partir
Com uma onda daquela bem conhecida tristeza
E eu tenho que me sentar um pouco
O sentimento de que eu a estou perdendo para sempre
E sem realmente entrar em seu mundo
Fico feliz todas as vezes que
Eu posso compartilhar de sua risada
Essa menininha engraçada

Escorregando pelos meus dedos todo o tempo
Eu tento capturar cada minuto,
o sentimento nisso
Escorregando pelos meus dedos todo o tempo
Eu realmente vejo o que está na mente dela?
Cada vez que eu penso que eu estou perto de saber
Ela continua crescendo
Escorregando por entre meus dedos todo o tempo

Sono em nossos olhos
Ela e eu
Na mesa do café
Meio acordada
Eu deixo tempo precioso passar
Então quando ela se vai
Tem aquele ocasional sentimento melancólico
E um sentimento de culpa que eu não posso negar
O que aconteceu às aventuras maravilhosas?
Os lugares que eu tinha planejado para nós irmos
(escorregando pelos meus dedos todo o tempo)
Bem, algumas delas nós fizemos, mas a maioria não
E o porquê eu simplesmente não sei

Escorregando pelos meus dedos todo o tempo
Eu tento capturar cada minuto,
o sentimento presente
Escorregando pelos meus dedos todo o tempo
Eu realmente vejo o que está na mente dela?
Cada vez que eu penso estar perto de saber
Ela continua crescendo
Escorregando por entre meus dedos todo o tempo

Às vezes eu queria poder congelar a imagem
E salvá-la dos engraçados truques do tempo
Escorregando pelos meus dedos...

Escorregando pelos meus dedos todo o tempo

Com a mochila na mão
Ela sai de casa de manhã cedo
Dando adeus
Com um sorriso distraído

..........................................................................................

NOTA: Desculpe, filho, as vezes que não posso estar com você como gostaria, e por te dar em muitos dias sobras dos meus dias cansados. Você é um anjo e só me traz alegria. Te amo.