quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O problema



Sabe qual é o problema? Eu gosto desses complicados, dos casos perdidos. Desses que fodem com a própria vida pela instantaneidade, dos que não ligam pra opinião alheia. Gosto desses com cara de cafajeste, sorriso sedutoramente torto e olhar olhar indiscreto. Sou das que preferem os de atitude imprevisível, os rebeldes, os indomáveis. Não tem jeito, sou fã dos gostos seletos mas que sabem conviver, viver e principalmente, deixar viver. Sem frescuras, gosto dos que tem cara de pau pra se fazerem confortáveis, se fazerem em casa. Quando não se tem que fazer sala, quando eles se fazem pertencer à casa inteira, sem abusos, só o respeitoso e equilibrado jeito de ser. Gosto dos que não pedem permissão, dos que puxam, dos que silenciam, dos inconsequentes. Dos que sabem o que fazer, quando fazer. Adoro os que arqueiam as sobrancelhas, fazem cara de vítima nas situações mais idiotas do mundo… os que não desperdiçam o “me desculpe” nem o “eu te amo”. Dos que dão valor e criam detalhes e coisas pequenas, aquelas que mais ficam na memória. Daqueles "fumam"* e ficam charmosos nas fotos em preto e branco. Dos que tem maturidade pra fazer algo definitivo, dos tatuados. Dos artistas, ah, os artisticamente fodas. Os poetas da madrugada e da manhã, do sono… Gênios incompreendidos e mal aproveitados.
Esse é o problema. Eles são os que dão dor de cabeça. Por que eu não podia gostar simplesmente dos bonzinhos, envergonhados e paus mandados? (…) Não me surpreende que eu me decepcione tanto, ninguém me mandou gostar dos incontroláveis.”



Gosto autodestrutivo, Isabella Grobério


Wendy
*aspas minhas. Se é que a galera entende.

Dia de Ouvir Nando Reis





"Eu trocaria a Eternidade por esta noite
Porque está amanhecendo?
Peço o contrario ver o sol se por.
Porque está amanhecendo?
Se eu não vou beijar seus lábios quando você se for"

(Relicário)



"Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir" (Pra Você Guardei o Amor)






Meu Playlist Sugerido:
- Pra você guardei;
- Relicário;
- Por onde Andei;
- All Star;
- O segundo sol;
- Luz dos olhos;
- Mantra;
- Sou dela;
- No recreio.



Wendy.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Obrigada

 Tumblr_mc9foqn5161rccfipo1_400_large

Recentemente, muito recentemente, senti uma imensa gratidão por todas as coisas que até então eu ainda não havia entendido porque havia passado por elas. As pessoas que me magoaram, as que eu magoei. As pessoas maravilhosas que eu conheci e não consegui manter perto, e as que se foram sem dar explicação. Os amores que morreram tão instantaneamente como nasceram. As vezes que menti pra mim mesma dizendo-me apaixonada, apenas pela vontade de ter companhia.

Me vi dentro de um perfeito quebra-cabeças formado por todas essas peças aparentemente desconexas e que me trouxeram para o lugar que estou agora.

Bem, está tudo muito recente. Mas, se o que estiver por vir for mesmo o que estou pensando ser... será a chave pra o maior enigma da minha vida.. e eu, enfim, conhecerei a paz que por tanto tempo busquei.

Me sinto sossegada.. uma vontade imensa de procurar uma a uma dessas "peças", abraçar, pedir perdão e, principalmente agradecer.

Aos que me trouxeram até aqui, por qualquer motivo que seja: Obrigada.
Por ter me xingado e ter me feito desistir, obrigada;
Por ter sido ingênuo e imaturo, obrigada;
Por não conseguir superar seu vício, obrigada;
Por ter destratado meus amigos e meu filho, obrigada;
Por ter me castrado em todos os sentidos, obrigada;
Por não acreditar em mim, obrigada;
Por não ser interessante o suficiente, obrigada;
Por ser egoísta e simplório, obrigada
Por não levantar nossa bandeira, obrigada;
Por ter mentido pra mim, obrigada;
Por ter me levado ao lugar certo, obrigada;
Por entender que nosso amor só poderia ter acontecido da forma como aconteceu, obrigada.

Eu não estaria aqui sem a ajuda de vocês.

Wendy.