segunda-feira, 14 de maio de 2012

O melhor do dia das mães

Foto: 2009. De lá pra cá o amor só cresceu!!

Se me perguntarem qual a melhor coisa do meu fim de semana eu responderei sem medo de errar: foi estar com meu filhote.Nãosei bem a quem puxei a paixão por datas comemorativas. Isso não é carro-chefe de minha família. Digo, de minha mãe-irmãos, que é quem considero família antes do nascimento de Davi.

O meu dia das mães começou na sexta-feira. Ou seja, tive um final de semana inteirinho dedicado à mim. Meu filho entra com uma sacola cheia de coisas feitas com amor em sua escola e diz: "Nada aí dentro é presente pra você, mãe!!". Um cartão, uma rosa de papelão, uma lembrancinha confeccionada na escola. O sorriso dele junto. O melhor dos presentes.

Sábado com ele na casa de minha mãe. Ela não estava. Ficamos à sós: o fuinha e eu!

Domingo de manhã, acordo com meu namorado cantando a música do Xampu Johnsons e me dando parabéns pelo dia das mães. Davi, entre o sono, também me deseja o mesmo, e ganho o primeiro abraço. Almoço com titia e vovó, e a noite sai pra deixar Davi na casa da avó com minha mãe, paramos numa lanchonete, jantamos sanduiche. Mesmo mal-humorada pelo sono ou sei lá o que foi bom vê-la e estar com ela um pouco...

Descubro a cada dia que ele é o menino mais especial do mundo. Percebo o milagre de merecer isso. Acho que nasci com essa vocação, me falta tempo e dinheiro pra me dedicar à ela. Ser mãe foi o melhor que poderia ter me acontecido. Me fez outra pessoa. Uma pessoa melhor.



Wendy.

Um comentário:

  1. Amei o posto Wendy, em cada palavra dá pra sentir que vc é loucaaa pelo seu filhote!

    Ainda não sei como é amar como mãe, mas deve ser um amor indescritível, um dia vou saber como é!

    =)

    Beijão e feliz dia das mães!!!

    ResponderExcluir

**O que dizer do que escrevi?**