quinta-feira, 5 de julho de 2012

Quinta-feira de manhã me encontrei em Clarice


"Estou sem abrigo, o mundo me expulsou para o próprio mundo, e eu que só caibo numa casa nunca mais terei casa na vida, esse vestido ensopado sou eu, os cabelos escorridos nunca secarão, e sei que não serei dos escolhidos para a Arca, pois já selecionaram o melhor casal da minha espécie" 


Favim.com-22647_large


"De minha desmedida desolação eu só conseguia que ela fosse disfarçada. Alguém, radiante sob uma marquise, disse: que coragem, hein, dona! Não era coragem, era exatamente o medo. Porque tudo estava paralisado, EU QUE TENHO MEDO DO INSTANTE EM QUE TUDO PARE TINHA QUE ANDAR. 


Citações extraídas de MAL-ESTAR DE UM ANJO, crônica de Clarice Lispector.

Wendy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

**O que dizer do que escrevi?**