terça-feira, 3 de julho de 2012

Sombras da Noite [filme]

Ano: 2012

Dizem que o sangue é mais grosso que a água. É o que nos define, nos une, nos amaldiçoa.  Sombras da Noite   

01/07, Cinema (Moviecom): Fazia muito, MUITO tempo que eu não ia no cinema sozinha. Fazia isso com frequência aos 18 anos quando ainda estudava. Gostava, até. E percebi que ainda gosto. Não de ir sozinha, mas de cinema. Acho que o filme ganha uma outra áurea na telona. Com todo mundo num silêncio "cinêmico". Cada gesto milimetricamente sendo calculado pra não chamar atenção. Eu lá, também, olhando de canto de olho, vendo as pessoas se constrangerem tanto por apenas se mexer ou abrir um saco de balas.


O filme é FODÁSTICO. Sempre gosto muito da estética do Tim Burton, embora Edward Mãos de Tesoura até agora esteja intocável dentre os meus preferidos, acredito que Sombras da Noite era bem o que eu precisava assimilar na noite de domingo (quando eu estava apavorada por causa de um boato de fim de mundo pra essa data). Fala das nossas maldições. E dos elos de sangue. Percebi muitos filmes dentro desse. Em especial As Bruxas de Eastwick, dos anos 80, com Cher (alguém lembra?). Também gostei das falas. De muitas delas. Dava vontade de literalmente parar o filme pra copiar. O melhor filme que vi no cinema esse ano, certamente. SUPER-RECOMENDO!! Só senti falta de um papel de maior destaque pra Helena Boham Carter. Só isso. O resto, amei tudo.

A trilha sonora também é muito legal. Tem Carpenters! Mamãe ia gostar! A Ruiva também! 

Wendy.

Um comentário:

  1. Você teve sorte de encontrar um público tão educado. Minhas últimas experiências me fizeram pensar em desistir de ir ao cinema. Alguns motivos: cotovelada, lanterna de celular na cara, celular etc. Geralmente costumo ir só. Mas já faz um tempinho que não vou ao cinema. Fui com um pessoal ver a pré-estreia de Prometheus. Valeu a pena. Mas eu ainda tive que guardar lugar para um amigo meu que, por ter demorado tanto, perdeu. Por isso geralmente vou só para não ter que esperar por ninguém. A não ser que a pessoa seja pontual ou chegue, no mínimo, meia hora antes.

    ResponderExcluir

**O que dizer do que escrevi?**